Economia circular funciona em qualquer tipo de empresa e beneficia toda sociedade

Incorporar práticas de circularidade é produtivo para empresas e pessoas, principalmente se a iniciativa partir de grandes players do mercado

A incorporação da economia circular pelos mais diversos negócios é uma alternativa viável para empresas, governos e sociedade. Além de possibilitar a conservação dos recursos naturais, sua prática pode melhorar os processos produtivos e proporcionar benefícios socioambientais. 

Economia circular

A economia circular é um conceito baseado na ideia de ciclos. O modelo de circularidade parte do princípio que o sistema industrial deve ser regenerativo. Empresas que procuram  se adequar a esse formato substituem a ideia de “final de vida do produto” pelo conceito de restauração e menor geração de impacto socioambiental.

O modelo econômico circular pode ser implementado em todos os setores produtivos e a nível global. As empresas que a ele aderem podem inserir em seus processos design regenerativo, cradle to cradle (do berço ao berço), ecologia industrial, economia de performance, blue economy, biomimética, entre outros conceitos. A ideia principal é ir além dos limites da economia linear

Modelo linear 

No modelo linear vigente, a organização da sociedade é baseada na extração crescente de recursos naturais. E os produtos feitos a partir desses recursos são utilizados até serem descartados como resíduos. Nessa forma de economia, a maximização do valor dos produtos se dá pela maior quantidade de extração e produção. 

O resultado é o aumento da poluição em suas diversas formas, esgotamento dos recursos naturais, degradação ambiental e mal-estar social. Os resíduos tratados como descarte, por exemplo, podem ser prejudiciais para empresas, pessoas e ambiente. Eles podem vir a demandar mais espaço em aterros, impedindo o uso do local para fins mais nobres; deixam de ser novas matérias-primas que poderiam ser reutilizadas pela empresa e, em decomposição, podem liberar gases que contribuem para a poluição do ar, um problema que agrava as mudanças climáticas e já mata milhares de pessoas por ano no mundo, segundo estudo realizado pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Papel dos grandes players

Na prática, os negócios podem começar a se alinhar aos princípios da economia circular ao incluir o uso de energia renovável, substituir produtos químicos nocivos por alternativas mais limpas e eliminar ou reduzir a geração de resíduos por meio de melhorias no desenho industrial e nos negócios; contratando, por exemplo, serviços prestados por empresas recicladoras. Grandes players do mercado têm um potencial de colaborar com  a economia circular de modo significativo; não só pela escala com que produzem e repetem processos, mas também pela sua influência no mercado, que incentiva outras empresas a adotarem práticas semelhantes.

Contribuímos para alcançar os seguintes Objetivos do Desenvolvimento Sustentável:

Podemos manter contato?

Cadastre-se e receba nossos conteúdos e novidades!